Moção de Apoio; Ministro com Deficiência; Indicação para o STF; pessoa com Deficiência;

Login do usuário

01
jun
2012
Francisco Lima

Carta Aberta com Pedido DE APOIO À INDICAÇÃO DO JUIZ FEDERAL, PROF. DR. ROBERTO WANDERLEY NOGUEIRA AO STF

Roberto Wanderley Nogueira, enquanto pessoa com deficiência física, é mais um de nossos cidadãos brasileiros que já passou e, provavelmente passará por situações de barreiras atitudinais que tentarão, como já tentaram, impedir-lhe de ser o que desejar ser, com as competências e habilidades que tem para alcançar seus sonhos e ambições.
Não tendo deixar-se tombar perante os diversos obstáculos que enfrentou na vida, dentre outros, os oriundos da discriminação e do preconceito, o juiz federal em Pernambuco, Dr. Roberto W Nogueira se notabilizou pelo sucesso acadêmico: Ele tem Mestrado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife (UFPE, 1996) e Doutorado em Direito Público pela mesma universidade (2004) com pesquisas integradas sobre Razoabilidade e Atividade/Perfil dos operadores judiciais ('Leis para Juízes'), junto à Universidade de Helsinki-Finlândia (orientação do Prof. Raimo Siltala, 1997).
Dr. Roberto Nogueira, é, hoje, Professor-adjunto da Faculdade de Direito do Recife (UFPE) e da Universidade Católica de Pernambuco onde rege a disciplina de Direito Inclusivo e Cidadania, universidade particular de orientação religiosa católica, como, a propósito ele o é.
O professor Dr. Roberto Nogueira Concluiu Pós-doutorado em Direito na Universidade Federal de Santa Catarina, área de ENSINO JURÍDICO e tem atuado em áreas como as que envolvem os temas da antropologia Jurídica, justiça, acesso e efetividade dos direitos, sociedade, desigualdades sociais, Direito Inclusivo, Constitucional e Cidadania; ensino jurídico e formação profissional em Direito.
Enquanto professor e pesquisador, Roberto Wanderley reúne diversas publicações como artigos científicos especializados e livros.
Como pesquisador social e educador, o Dr. Roberto Nogueira, empreende orientações de iniciação científica, fomentando uma pedagogia engajada e libertária que proporcione o advento de novas gerações de juristas dotados de especial sensibilidade para a interdisciplinaridade, a correção ética de seus agires e o permanente compromisso com a transformação social.
Outro aspecto de notar sobre este senhor é que ele vem se destacando, ao longo dos 30 anos de magistrado, por responder aos ditames humanísticos na justiça, tendo ficado conhecido nas áreas dos direitos humanos e das pessoas com deficiência, bem como na presidência de causas de grande repercussão social, tais como: o resgate da memória nacional (desaparecidos políticos), ações afirmativas em meio ambiente e emancipação de populações excluídas.
Poder contar com um profissional com o currículo e a comprovada competência jurídica do Dr. Roberto Wanderley Nogueira, para representar, na mais alta Corte de Justiça do país as pessoas com deficiência é ter a certeza de que estaremos tirando da invisibilidade 45 milhões de brasileiros e brasileiras com deficiência.
Mas ele não chegará lá sozinho:
“Assim, peço o seu apoio a essa causa no sentido de enfatizar essa carga simbólica e não apenas simbólica, senão também e principalmente sensível, quanto a uma Jurisdição Constitucional e de última instância intimamente vocacionada aos problemas da Nação e aos princípios e valores constitucionalizados.
No mesmo sentido, peço permissão para pedir-lhes que sejam portavozes desse pleito, em caráter pessoal e/ou institucional, conforme o caso, à Excelentíssima Senhora Presidenta da República, Doutora DILMA ROUSSEFF, a quem compete, com exclusividade constitucional, tomar a decisão de quem ocupará tão importante cargo da cúpula da Justiça brasileira, assim do pleito, quanto da eventual indicação final daquele servidor da pátria. Competirá ao ilustre destinatário, igualmente, a fiscalização desse eventual exercício que se seguirá à investidura, uma vez consagrada a nomeação proposta, ante as razões aqui estimadas, as quais se agregam às exigências de construção ética e competência técnica para o destino de desenvolvimento social e pujança econômica do Estado brasileiro.
Aqueles que estiverem comigo nesta empreitada, por favor enviar-me carta ou e-mail, posicionando-se, perante a Presidenta Dilma Rousseff, favoravelmente pela indicação de meu nome para o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal. O e-mail para esse fim é: ((rwn@unicap.br))”

Inscreva-se em RSS - Moção de Apoio; Ministro com Deficiência; Indicação para o STF; pessoa com Deficiência;